ico Carregando...
Logo SEEL

Aluno do Colégio Estadual Tobias Barreto é campeão brasileiro de Jiu-jitsu na categoria juvenil 2019

Autor: Leonardo TomazVisitas: 13
13 de maio de 2019

Twitter Facebook WhatsApp WhatsApp

Imagem de Capa

Promessa para o jiu-jitsu sergipano, o aluno-atleta do Colégio Estadual Tobias Barreto, em Aracaju, Gustavo Carvalho Lopes Rodrigues retornou do Campeonato Brasileiro de Jiu-jitsu 2019, sediado na cidade Barueri/SP, como campeão brasileiro na categoria juvenil e terceiro lugar absoluto. Foram sete dias de competições nos quais atletas de todo país foram premiados em diversas categorias. O campeonato esportivo foi realizado pela Confederação Brasileira de Jiu-Jítsu (CBJJ).

Estudante do 2º ano do ensino médio, Gustavo Lopes, 16 anos, sempre colocou o esporte como prioridade em sua vida. Ele conta que essa conquista é fruto de um esforço de toda a equipe. "Esse resultado tem um peso muito importante na minha carreira como atleta e dedico a minha equipe que foi de extrema importância nesse campeonato", comemora.

O treinador Rodrigo Campos dos Santos ressalta a importância do resultado para o desempenho de Gustavo. "Foi muito importante por ser uma das primeiras conquistas nas categorias juvenis de Sergipe. Gustavo sempre foi muito dedicado em tudo que faz. Nunca deixou de treinar e sempre manteve o foco. Ele tem um futuro muito promissor e o nosso objetivo é sempre trabalhar no intuito de mantê-lo com esse pensamento para que nada desvie do proposito final que é o aprimoramento dos seus resultados. A gente o enxerga como campeão mundial", celebra o mestre.

Futuro

De acordo com o treinador Rodrigo, a perspectiva é de que o atleta sergipano participe do mundial de jiu-jitsu em 2020. "Infelizmente esse ano não conseguimos inscrevê-lo, mas tudo indica que o ano que vem ele irá competir e representar nosso estado", disse ao acrescentar que Gustavo está otimista e acredita que conseguirá competir no mundial. "Estamos trabalhando para isso. Tanto em relação ao treinamento quanto às questões legais", finaliza.

Fotos por: Leonardo Tomaz