ico Carregando...
Logo SEEL

Equipe sergipana conquista a medalha de prata no Norte-Nordeste de Hockey in Line

Autor: Givaldo BatistaVisitas: 105
30 de abril de 2019

Twitter Facebook WhatsApp WhatsApp

Imagem de Capa

Um esporte pouco conhecido dos sergipanos. Um esporte praticado por muitos poucos atletas. Um esporte com uma única equipe no estado. E foi essa mesma equipe, a Aracaju Fênix que foi a Salvador e fez bonito no Norte-Nordeste da modalidade. A competição aconteceu entre os dias 19 e 21 de abril, no Colégio Dois de Julho, na Capital Baiana, e contou com a participação de oito equipes representando os estados da Bahia, Espírito Santo, Pará e Sergipe.

Com apoio do Governo do Estado, a Secretaria de Estado da Educação, Cultura e do Esporte (Seduc), através da Superintendência Especial de Esportes e da Juventude, a equipe do Aracaju Fênix participou da competição regional em Salvador foi a única representante do estado e conquistou a medalha de prata. Além do segundo lugar na pontuação geral, o Aracaju Fênix conquistou o troféu fair play, como a equipe mais simpática e disciplinada da competição.

Capitão da equipe, o jovem Lucas Tenório compareceu à Superintendência Especial de Esportes, para agradecer à superintendente de Esportes e da Juventude, Mariana Dantas, o apoio recebido e mostrar os troféus conquistados em Salvador.

“O Hockey in Line é um esporte com poucos praticantes. Mas aos poucos estamos lutando para conquistarmos nosso espaço e divulgar essa modalidade. O Aracaju Fênix é fruto do trabalho de um grupo de admiradores do Hockey in Line, que se uniu e formou a equipe, que já tem dez anos de atividades e participou de várias competições pelo Brasil. O presidente é o José Vitor Leal, que se dedica de corpo e alma à essa causa. Já participamos de competições nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Recife e em 2010, aqui em Aracaju, promovemos na quadra da Orla de Atalaia, a Copa Nova Schin, que foi um sucesso”, informou Lucas Tenório. Ainda segundo Tenório, um dos objetivos do grupo é formar uma associação ou federação em Sergipe e promover uma competição regional, ainda este ano.

“Nós temos dois grandes problemas para tornar o Hockey in Line mais praticado em Sergipe. Um deles é a falta de quadras específicas, para a prática da modalidade. Nós temos que dividir as atenções com outros esportes e esses esportes sempre ganham a preferência do público, que não conhece nossa modalidade. O outro fator é a falta de apoio por parte da iniciativa privada. Os equipamentos por exemplo são relativamente caros. Todos esses fatores levam a uma dificuldade na evolução do esporte”, concluiu Lucas Tenório.