ico Carregando...

Rafael e Cleverton fazem sucesso no Triathlon

Autor: ASCOM
Visitas: 88
28/05/2018

Twitter Facebook Google+ WhatsApp WhatsApp

Imagem de Capa

Família que corre unida, permanece unida. Assim vem sendo na vida real para os irmãos Cleverton, 16 anos e Rafael 15 anos, que fazem sucesso em um esporte, onde poucos conseguem se destacar, devido a necessidade de se ter uma boa capacidade física. Nadar, correr e pedalar, exigem muito de qualquer atleta. Os irmãos Gomes são as mais novas atrações sergipanas no Triathlon.

Recentemente, Cleverton foi medalha de ouro na Paraíba, enquanto Rafael ficou com a medalha de prata, em suas respectivas categorias. Cleverton ganhou a medalha de ouro em João Pessoa com o tempo de 1h11. Seu recorde é de 1h05. Porém, a maior conquista de Cleverton Gomes foi a medalha de prata por equipe, no Mundial Escolar de Triathlon realizado em 2017, em Aracaju. 

- Tinha tudo para quebrar o recorde em João Pessoa. Mas tanto eu como meu irmão, temos muita dificuldade na natação. Aprendemos a nadar apenas há dois anos e isso é um diferencial, que nos persegue sempre. A gente já sai da água em desvantagem.Temos que tirar essa diferença nas outras duas modalidades, principalmente no ciclismo, nosso ponto forte”, confessa o campeão Cleverton Gomes.

-Estamos em uma boa fase na temporada. Contamos com o suporte e apoio do Governo do Estado, através da Secretaria de Estado do Esporte, Lazer e da Juventude (SEEL), a quem agradecemos na pessoa do secretário Antônio Hora Filho, que muito tem nos ajudado, principalmente no deslocamento para outros estados. Já estamos nos preparando para a prova de Duathlon, em São Luís no próximo mês – revelou Cleverton Gomes, medalha de Ouro em João Pessoa.

Rafael que foi prata em João Pessoa, disse que vai correr atrás do ouro em Tocantins, no próximo mês. “Estamos treinando para conquistar o ouro em Tocantins. É uma competição de alto nível, com a participação de grandes nomes desse esporte no brasil. Mas estaremos entre os primeiros com certeza. Toda essa preparação tem um objetivo. Treinamos de olho nos Jogos Olímpicos de 2020 no Japão. Esse é o nosso foco – completou Rafael.

Para o secretário Antônio Hora Filho, nada mais justo do que ajudar a esses dois irmãos, atletas de grande talento e um esporte, onde poucos conseguem se destacar.  

- É nosso dever e obrigação apoiar a esses atletas, pois sabemos que são dois irmãos, com boa educação, formação exemplar, estudantes de escolas públicas, com futuro grandioso pela frente, nesse difícil esporte. O pai é o técnico, a mãe a empresária. A gente percebe que é uma família que está lutando contra as adversidades sociais, colocando seus filhos no caminho de prosperidade e de coisas positivas. É obrigação do Estado sim, dar o suporte que eles precisam, para levar o nome de Sergipe além fronteira com tanto orgulho e com tanto brilhantismo – comentou Antônio Hora.